AVALIAÇÃO INTERNA

do Agrupamento de Escolas de Lousada

Pontos fracos: porquê esta expressão?

aquiles

O Calcanhar de Aquiles designa um ponto fraco

A expressão “ponto fraco” é uma das mais populares metáforas sobre a fragilidade humana! Tétis, uma divindade grega ligada ao mar, segurou o seu filho Aquiles pelo calcanhar para o mergulhar num rio egípcio, tornando-o assim invencível. Queria contrariar um oráculo que dizia que o seu filho morreria na guerra de Tróia, durante uma batalha. No entanto, Páris, filho do rei de Tróia, lançou-lhe uma flecha no seu único ponto vulnerável, que era o calcanhar (que não tinha sido banhado no rio porque era o local por onde a sua mãe o segurou), e Aquiles morreu.
A partir daí, a expressão calcanhar de Aquiles indica o ponto fraco de uma pessoa, de uma instituição.

Hoje nas nossas escolas também se usa a expressão “ponto fraco” que, por analogia à lenda de Aquiles, se usa quando se referem aspectos em que as escolas encontram mais problemas a serem ultrapassados. Claro que o tal “calcanhar de Aquiles” da nossa escola se prende com alguns aspectos: alguns dos nossos alunos ainda faltarem às aulas, os que têm mais dificuldades precisarem de mais ajuda do que outros, os pais e Encarregados de Educação terem de acompanhar mais os filhos nos estudos, colaborarem mais com a escola no sentido de partilharem os seus talentos e a sua experiência, os professores darem continuidade às suas turmas ao longo dos ciclos, relacionarem-se bem com os alunos e estes com eles, os alunos mais novos serem colocados em turmas mais pequenas, os professores criarem planos de melhoria do ensino na sala de aula, enfim…  nada que com um espírito muito forte de colaboração não possa ser ultrapassado.

Mas antes temos que descobrir os nossos verdadeiros “calcanhares”…

2 comentários»

  Alice Teixeira wrote @

Alguma reflexão para dentro de nós mesmos pode ajudar a descobrir os ossos “calcanhares.
Mas temos tão pouco o hábito!……….
É que nos cabe, também a nós, transformar alguns dos nossos “calcanhares” , senão em pontos fortes, pelo menos em pontos menos fracos…….
Pelo menos, temos a obrigação de tentar!

Alice Teixeira

  Paula Mendes wrote @

Tentar sem medo de reconhecer que temos falhas, pois o reconhecimento das nossas falhas, ou se quisermos pontos fracos é que nos permite evoluir e ser melhores!


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: